Município de Dona Inês ultrapassa meta estabelecida para 2017 do IDEB

O Município de Dona Inês, no Curimataú Paraibano, ultrapassou a Meta do IDEB 2017 para as escolas Senador Humberto Lucena, anos finais que era de 4.6 e se alcançou 4,8 e Escola Professora Luquinha 5.6 que era 5.0. Já a Escola Maria Ferreira elevou sua nota pra 4.8. O resultado coloca o Município entre os melhores da região e da Paraíba, em educação.

Para alcançar o resultado várias ações foram desenvolvidas no Município, como; instalação de computadores no laboratório nas escolas, curso de Informática ministrado pelos professores da própria escola, reforço de Português e Matemática, criação da coordenação do IDEB na disciplina de Matemática, tempo Integral nas escolas com o Novo Mais Educação, aulões intensivos de Português e matemática, simulados ministrados pelos professores de português e matemática, projeto de leitura com mais de 300 obras lidas durante o ano letivo de 2017 na escola Senador Humberto Lucena; pré-montagem do Laboratório de ciências na Escola Senador Humberto Lucena; cursinho de inglês para os alunos do 5º ano; aulas de campo para os alunos com melhores desempenhos, com o intuito de estimula-lo; reuniões com os pais dos alunos do 4 e 9° anos para incentivar a participação dos pais no processo de ensino dos seus filhos, entre outras ações.

Foi muito trabalho, mas esse resultado nos dá a certeza de que todo esforço feito em equipe surte efeitos e muito benéficos para toda a comunidade escolar.” Comentou a ex-secretária de educação no Município, Ieda Freire, acrescentando que; “temos convicção de que há muito ainda a ser feito! Mas precisamos comemorar as metas alcançadas”. A ex-secretária ainda parabenizou os alunos avaliados, os professores das turmas, os profissionais da Rede envolvidos nas ações e todos que compõem a Secretaria Municipal de Educação.

A atual secretária, Noélia, disse que o resultado só aumenta a responsabilidade de todos que fazem a educação no Município, e que isso justifica o fato do Município ser referência em educação na região.

COMPARTILHAR