Prefeito se reúne com autoridades para debater a segurança pública no Município

O Prefeito de Dona Inês, João Idalino, esteve reunido na manhã desta quinta-feira, 16 de maio, com representantes das polícias Militar e Civil para debater Segurança Pública no Município.  A reunião ocorreu no auditório da Secretaria Municipal de Educação e Cultura e contou com as presenças dos delegados Diógenes Fernandes e Dr. Joacil, Major PM  J. Ferreira, comandante da Companhia Independente de Solânea, Capitão Mailson, Sub comandante da CIPM, Ten. Rodrigues, comandante regional da PM e Padre Gaspar.

O Prefeito destacou que sabe das dificuldades que o Estado enfrenta para assegurar a segurança pública de toda a população Paraibana, mas destacou que é necessário um trabalho de combate às drogas e enfrentamento ao crime no Município que tem crescido nos últimos meses. O Prefeito disse garantir apoio a polícia militar e a guarda municipal naquilo que for possível, mas que precisa da ação mais efetiva das polícias.

O Padre Gaspar, idealizador da reunião, destacou que é necessário que todos os Cidadãos e representantes da Sociedade possam dar as mãos para o enfrentamento aos atos violentos, e que a criação de um Conselho Municipal de Segurança Pública é um importante meio para isso.

A Vereadora Rosinha pediu pela retomada do linha direta com a Polícia, “um canal que a população possa se comunicar direto com a polícia”. A Vereadora ainda destacou que o crime aumentou após o uso obrigatório do capacete na Cidade, questão que foi defendida pelo Vereador Rhuan.

O Vereador Jairo destacou que seria interessante a implantação de câmeras nos principais pontos da Cidade, e como medida de segurança à vida, defendeu o uso do capacete, e destacou que considera importante um trabalho informativo e educativo para que a população colabore com as polícias.

Dr. Diógenes destacou que é necessário que as informações cheguem à polícia de forma concreta e que o Cidadão lesado procure a polícia para a formalização. Destacou ainda a importância do trabalho do judiciário.

O Major J. Ferreira disse que será implantada uma linha direta para que a população possa chamar a polícia sempre que necessário, e que serão intensificadas rondas e abordagens. O Major aproveitou para pedir que a população se junte nessa luta em combate a criminalidade por meio de denúncias anônimas.

A reunião ainda contou com representantes do Conselho Tutelar, Câmara Municipal de Vereadores, Guarda Civil, comerciantes e do Poder Executivo.

COMPARTILHAR